Você está tendo “conversas de doido”?

Tempo de leitura: 1


É assim: você fala uma coisa e a pessoa fala outra completamente diferente.Você pergunta sobre um tema X. O cidadão responde algo sobre tema Y.

É comum: as pessoas não ouvem.

Não há tempo para conversar, de verdade. Há tantas “demandas”: emails, whatsapp, instagram, facebook, youtube. Tudo “parece” ser mais importante do que a pessoa ao lado. Trabalho, notícias, problemas. Mas e o ser humano ao seu lado?

É surpreendente: as pessoas não ouvem.

Por que ainda me choco com isso? Porque é necessário, é nossa função, é nosso trabalho ouvir as pessoas!!!!

Uma das competências mais importantes a se desenvolver é a capacidade de ouvir ativamente, profundamente, realmente. Se não ouvimos direito como podemos identificar o que realmente está acontecendo?

Como um líder, um executivo, um empresário consegue desenvolver sua equipe se não sabe conversar? Como será capaz de encontrar a melhor solução se não tem todos os fatos? Como irá produzir os resultados certos se não sabe e não conhece o que realmente está acontecendo?

Literalmente… não sabemos conversar. Não ouvimos. Não escutamos. Só queremos falar. Mas se alguém quer falar, alguém precisa ouvir.

Você já ouviu alguém (de verdade!) hoje?

Divirta-se ouvindo mais com William Ury, co-fundador do Programa de Negociação de Harvard, e um dos mais renomados especialistas em negociação e mediação (https://www.youtube.com/watch?v=saXfavo1OQo).

___________

Carlos Hoyos é empresário, especialista em elevação de performance executiva/empresarial. Ajuda empresários e influenciadores a desenvolverem suas empresas, negócios e carreiras. Já liderou equipes e projetos multidisciplinares, multi-sites e multi-culturais na IBM Estados Unidos e Motorola Brasil.