A dor que você está criando para o futuro

Tempo de leitura: 2 minutos.

Vai doer, e vai doer muito. Já ouviu a expressão “se arrependimento matasse…”?

De acordo com a enfermeira australiana Bronnie Ware que passou anos da sua vida dedicada ao tratamento paliativo de pacientes, os cinco maiores arrependimentos ao final da vida são:

  1. Eu gostaria de ter tido a coragem de viver a vida que eu queria, não a vida que os outros esperavam que eu vivesse.
  2. Eu gostaria de não ter trabalhado tanto.
  3. Eu queria ter tido a coragem de expressar meus sentimentos.
  4. Eu gostaria de ter ficado em contato com os meus amigos.
  5. Eu gostaria de ter me permitido ser mais feliz.

 

Não vou entrar no mérito se estes são ou não os maiores arrependimentos das pessoas. O fato é que as pessoas se arrependem demais pelo que não fizeram, pelo que foram deixando para depois, para mais tarde, amanhã, semana que vem, nas férias, no ano que vem… E depois? Acabou o tempo.

E por que procrastinamos tanto?

Uma das grandes razões é o medo do julgamento dos demais. Nós tememos “o que os outros vão dizer” se nós: mudarmos de carreira, largarmos o emprego, trabalharmos menos, irmos atrás dos nossos sonhos, apertarmos o botãozinho vermelho que tem um nome agressivo que começa com f, falar do que agente sente, nos declaramos, falarmos a verdade…

Uma chave aqui. Quando escrevei este artigo, somos 7,5 bilhões de pessoas no mundo (http://www.worldometers.info/world-population/). De todas as pessoas, só tem uma única pessoa que vai passar todos os dias, nos acompanhando. Nós mesmos.

E ainda assim, temos o medo do julgamento dos outros…

Parafraseando Tim Ferris: “Não se preocupe com o que vão pensar de você. As pessoas estão preocupadas demais pensando no que você está pensando delas.”

 

Não perca mais seu tempo. Não caia na estatística dos arrependidos. Não deixe para amanhã.

Faça o que você precisa fazer hoje mesmo. Se seu projeto vai levar anos, comece imediatamente, pois o tempo vai passar de qualquer forma!

PS. Deixe aqui seu comentário, feedback, dúvida ou crítica.

PS2. Este artigo foi relevante? Curta e compartilhe.

PS3. Quer aprender a superar a procrastinação de uma vez por todas? Seja você também um Mestre do Tempo.

___________

Carlos Hoyos é especialista em elevação de performance executiva/empresarial. Ajuda empresários e influenciadores a desenvolverem suas empresas, seus negócios e carreiras. Já liderou equipes e projetos multidisciplinares, multi-sites e multi-culturais na IBM Estados Unidos e Motorola Brasil.