E hoje, você subiu ou desceu a escada?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Índice Escada

Credibilidade. Confiança. Compromissos.

Relacionamento sociais e comerciais só existem de maneira sustentável quando existe credibilidade. Como nos indica o Aurélio, credibilidade é a qualidade do que é crível, verossímil.

A credibilidade é o que está por trás da confiança. Não teremos confiança em alguém se não atribuirmos credibilidade a essa pessoal. Ou seja, a confiança é consequência da credibilidade. Nós confiamos em quem é crível, verossímil.

E a credibilidade só existe quando cumprimos nossos compromissos e honramos nossa palavra.

Em nossos processos de Coaching utilizamos o Índice Escada. Cada vez que um cliente, ou coachee, cumpre a palavra, dizemos que subiu a escada. Caso contrário, ele desceu a escada (ou simplesmente ficou estacionado, se preferir). Você quer subir ou descer? Você está subindo na carreira, na direção das suas metas, do sucesso, ou você está descendo? ou pior, afundando? O fato é que tudo na vida, nós inclusive, estamos ou florescendo ou definhando. Assim, não há como ficar parados. Ou subimos, ou descemos. O tempo todo.

O Índice Escada é definido como o número de compromissos mantidos dividido pelo número de compromissos não cumpridos. Desta forma, o Índice Escada tende ao infinito quanto mantemos nossa palavra e nossos compromissos numa proporção muito maior do que não cumprimos. Por outro lado, um Índice perto do 1, mostra que honramos apenas 50% dos nossos compromissos (para não falar do índice menor que 1).

Por exemplo, se eu fiz 10 promessas, ou criei 10 compromissos comigo mesmo (ou com outros) e cumpri 8 deles falhando 2, meu índice escada seria:

Índice Escada = 8/2 = 4

Note que se eu tivesse honrado todos os 10 compromissos, teria:

Índice Escada = 10/0 = infinito

E qual a relevância de nossos compromissos? É simples: nosso comportamento é uma consequência de nossos valores internos, o que é realmente importante para nós. Se digo que vou fazer algo e não faço, é porque encontrei algo mais importante do que a minha palavra, meu compromisso. Essa decisão (e é uma decisão!) pode estar num nível inconsciente. O fato é que nosso inconsciente (subconsciente se preferir) é responsável pela vasta maioria de nossas pensamentos, emoções e ações. Dizem os cientistas, que a proporção é de 96% (subconsciente) para 4% (consciente).

Da mesma maneira, assimilamos muito mais inconscientemente do que conscientemente. Se minha palavra não é cumprida, qual mensagem mando para o meu inconsciente? E é claro, mando a exata mesma mensagem para o mundo que me cerca.

E hoje, você subiu ou desceu a escada de seus compromissos e suas metas?

 

Deixe uma resposta